Descubra a Diferença Entre a Glicerina Vegetal e Animal

imagem destacada glicerina vegetal e animal

Você já ouviu falar da Saboaria Artesanal? Este tipo de trabalho está virando tendência pela possibilidade de criação de sabonetes exclusivos, com fragrâncias requintadas, como verbena e alfazema, enriquecidos com extratos glicólicos, com agentes esfoliantes e até mesmo com uma porção de hidratação extra.

Mas não dá para falar de sabonetes sem falar de glicerina. Mesmo quem produz sabonetes de forma artesanal muitas vezes não sabe dizer muito a respeito dessa matéria prima, que é a base dos sabonetes artesanais. E uma das grandes dúvidas é a diferença entre glicerina de origem vegetal e de origem animal.

Pensando nisso, viemos hoje mostrar as características da glicerina produzida tanto com a gordura vegetal quanto com a de origem animal. Cada base possui propriedades bastante diferentes, como veremos mais adiante.

Moldes de Feltro

Aprenda a fazer sabonetes artesanais lucrativos, Clique Aqui para mais informações.

Assim, quando você for comprar as bases glicerinadas já prontas, você pode verificar junto ao fornecedor se a glicerina é vegetal, animal, se possui especificações do tipo de gordura utilizada, dentre outros aspectos. Isso mais no caso em que seja interessante essa verificação para a adequação do produto aos seu público.

Glicerina

O termo Glicerina refere-se ao Glycerol na forma comercial, com pureza acima de 95%. Nesse sentido, Glycerol é um composto orgânico pertencente à função álcool. O Glycerol combinado está presente também em todas as células animais e vegetais, fazendo parte de sua membrana celular, na forma de fosfolipídios.

Nomenclaturas Para a Glicerina

Os rótulos dos produtos que consumimos podem conter algumas informações sobre as matérias primas utilizadas na fabricação. Mas às vezes se torna difícil distinguir as substâncias e a origem, animal ou vegetal. Na dúvida, o mais indicado é ligar para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) para o esclarecimento dessas informações.

Veja dois exemplos de como a glicerina pode aparecer nos rótulos das formulações:

  • “Fontes Naturais” (Natural Sources)

– Pode significar fontes animais ou vegetais. As fontes animais seriam substâncias como: elastina, gordura, proteína e gorduras de origem animal, principalmente quando se trata de cosméticos.

  • Glicerina, Glicerol (Glycerine, Glycerol)

– Substância líquida, incolor e xaroposa que é o componente doce dos óleos. Está presente também em formulações farmacêuticas e cosméticas. A glicerina pode ser produzida a partir da gordura animal, vegetal ou pode ser de origem sintética.

O que é Saponificação?

Todo sabão é produzido através de uma reação química entre uma gordura e um material alcalino (álcali ou hidróxido de potássio), processo este chamado de saponificação. O álcali utilizado normalmente utilizado em todos os sabonetes sólidos é o hidróxido de sódio, normalmente chamado de soda cáustica; enquanto que para a fabricação dos sabonetes líquidos é utilizado muito utilizado o hidróxido de potássio.

Funções Específicas de Cada Tipo de Glicerina

Cada tipo de gordura (vegetal ou animal) tem teores que conferem maior poder de espumação, de hidratação, maior dureza, maior poder de limpeza etc. No processo de produção da glicerina entendamos esses teores:

>Para um sabonete com maior poder de limpeza

O sebo de boi é a gordura animal que permite em um sabonete de glicerina um bom poder de limpeza. Mas o óleo de babaçu possui 12 vezes mais esse poder do que a gordura animal; e a de Copra, quase 9 vezes mais poderosa que o sebo.

Aprenda a fazer sabonetes artesanais lucrativos, Clique Aqui para mais informações.

>Para um sabonete mais “durinho”

A gordura animal que permite uma glicerina com mais dureza no sabonete seria a de porco, mas a glicerina de babaçu e palmiste têm mais que o dobro desta capacidade.

>Para um sabonete com mais espumação

A gordura animal que permite uma glicerina com espumação melhor seria a banha de porco, mas a de riceno tem 130 % mais esse poder, e a de babaçu 95% mais que a banha.

Além da base de glicerina que pode por si só proporcionar maior espumação, um eficaz espumante que pode ser adicionado na preparação de sabonetes artesanais é o Lauril.

laurilQuimicamente é denominado lauril éter sulfato de sódio e popularmente essa substância é conhecida como “espumante”. Ao ser agitado produz bastante espuma. É uma das matérias primas muito utilizada na preparação de shampoos e sabonetes líquidos. Em alguns casos também é utilizado na preparação de sabonetes em barra.

Glicerina Vegetal x Glicerina Animal

A diferença básica entre a glicerina vegetal e a glicerina animal está na origem dos óleos utilizados. Se forem utilizados sebo animal e banha de porco, por exemplo, teremos um sabão de glicerina animal. Essa glicerina se formou a partir da mistura da gordura com o agente alcalino (soda cáustica).

Agora, se misturarmos óleos vegetais (como o de palma, de babaçu, de buriti) ao agente alcalino, teremos a glicerina vegetal. Não podemos nos esquecer de que os dois tipos de gordura são consideradas naturais, já que não são oriundas de métodos artificiais. Nesse sentido, a matéria prima animal também é um produto natural.

Procedência das Matérias Primas

É requisito fundamental para o sucesso na fabricação de qualquer cosmético artesanal a compra de matérias primas de excelente qualidade e de acordo com o uso proposto. As matérias primas devem ser adquiridas de fornecedores de confiança, de forma que tenham propriedades coerentes com a finalidade.

Na produção de sabonetes artesanais utilize somente matérias primas com boa procedência, pois assim você garante um produto artesanal de qualidade e sem riscos à saúde. Toda matéria prima deve conter rótulo com as seguintes informações:

  • Nome do fabricante ou fracionador
  • Nome do produto
  • Fabricação
  • Validade
  • Número de lote
  • Origem
  • Nome e número do responsável técnico
  • Laudo de análises

Com essas informações você saberá a procedência dos materiais utilizados, além de proporcionar um produto de qualidade garantida às pessoas que farão uso dele. Não se esqueça: segurança e qualidade devem estar em primeiro lugar quando se trata de Saboaria Artesanal.

Base Glicerinada

A base glicerinada já vem pronta para uso, ou seja, já passou pelo processo de saponificação. No mercado encontramos a base transparente e a branca (leitosa).

  • Base glicerinada transparente

  • Base Glicerinada Branca

base glicerinada branca

Essas bases, vendidas em casas especializadas em perfumaria artesanal, são derretidas e nelas são adicionados vários ingredientes como extratos glicólicos, própolis, sementes com finalidade esfoliante, mel, aveia, essências e corantes específicos para sabonetes artesanais.

Aprenda a fazer sabonetes artesanais lucrativos, Clique Aqui para mais informações.

Depois de homogeneizada, essa mistura é colocada em fôrmas, que podem ser de acrílico, de silicone ou caixas de madeira, e ficam lá até a secagem completa. Depois de prontos é só guardarem em locais livres do excesso de umidade, e já podem ser vendidos ou utilizados pela família. Sabonetes Artesanais são mesmo um sucesso!

Espero que tenha gostado dos nossos esclarecimentos a respeito da glicerina, que é a matéria prima principal na produção de sabonetes artesanais. Se você quer aprender uma receita incrível de sabonete artesanal, clique aqui e veja um passo a passo. E para produzir sabonetes de qualidade de bem valorizados, aprenda agora como derreter a glicerina.

Se você gostou do nosso artigo, deixe seu comentário, isso nos ajudará a melhorar a cada dia mais! Ha! E continue nos acompanhando para mais informações e novidades do mundo do artesanato.

Referências

https://pt.wikipedia.org/wiki/Glicerolhttp://www.pea.org.br/curiosidades/curiosidades_ingredientes.htm

http://www.clubedocabeloecia.com.br/2013/08/sabao-artesanal-por-cold-process.htmlhttp://brazilli.blogspot.com.br/p/vegetal-e-muito-melhor.html

http://ganhecomartesanato.com.br/nossaterra/dicas.html

Imagens

http://www.cantinhodasessencias.com.br/wp-content/uploads/fottos/711/gd_22092010462.jpg

http://static.solidarium.net/blog/2014/05/57161_c2fedb72a98f1b9ab00a153ca9917c6bb3402cab_0.jpg

https://narguileweb.files.wordpress.com/2014/01/glicerina.jpg

http://web.mundodastribos.com/677246-677246-%C3%93leos-vegetais-para-clarear-os-dentes.2-600×600-630×340.jpg

http://mlb-s1-p.mlstatic.com/lauril-liquido-1-litro-para-espumar-mais-seus-sabonetes-13960-MLB4157131368_042013-F.jpg

http://static.solidarium.net/blog/2014/05/57161_c2fedb72a98f1b9ab00a153ca9917c6bb3402cab_0.jpg

Compartilhe onde preferir

Mariana Barbosa

Formada em Letras pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, redatora na Revista Artesanato. Acredita que o aprendizado tem o poder de transformar a vida das pessoas.




Comentários

18 comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.


Você pode usar estas tags HTML e atributos:



 



[wp_bannerize group="caixas-mdf-lat" categories="1120,1121"] [wp_bannerize group="moldes-lat" categories="1112,1117,1118,1122,1147"] [wp_bannerize group="saboaria-lat" categories="1154"] [wp_bannerize group="pintura-lat2" categories="1148,1149"] [wp_bannerize group="encadernacao-lat" categories="1113,1114,1115,1116,1119,1123,1124,1125,1126,1127,1480,1128,1129,1130,1131,1479,1134,1136,1137,1138,1139,1141,1142,1143,1144,1145,1151,1153"]



Sabonete artesanal Veja mais >>

JA CONHECE NOSSOS CURSOS?

Mais cursos

Receba ideias gratis por email

[Grátis]
[Grátis]