Como administrar o meu estoque?

Como administrar o meu estoque?

Olá Pessoal, tudo bem?

Hoje, nós vamos trabalhar um tema que muitas de vocês simplesmente esquecem ou não o fazem: “Administração do Estoque”.

“Administração do Estoque” ou“Gestão do Estoque” é a forma pela qual você administra as suas entradas e suas saídas.

Ok Tiago… o que são entradas e o que são saídas?

Bem, uma Entrada é tudo aquilo que você comprou, recebeu ou produziu.  Elas podem ser tanto matérias-primas quanto produtos acabados. Por exemplo: uma entrada pode ser um rolo de tecido que você comprou para produzir uma almofada.

Já uma Saída é tudo aquilo que você utilizou ou vendeu. Elas também podem ser tanto matérias-primas, quando produtos acabados. Por exemplo: uma saída pode ser um tecido que você utilizou para produzir uma almofada. Outro exemplo seria a venda desta almofada. Isto também é uma saída.

Desta forma, a Gestão de Estoque é algo dinâmico e que deve ser acompanhada constantemente, pois nós sempre estamos comprando, produzindo e vendendo. Não é mesmo?

Agora você me pergunta: “Mas afinal, Tiago, o que é estoque?”.

O Estoque é toda a diferença entre as saídas e as entradas.  É tudo aquilo que sobrou. É aquele tecido que você comprou e não usou. É aquele produto que foi para a feira e não foi vendido.  É aquela produção que você fez para se preparar para o natal. Deu pra entender, né?

O grande problema é quando este estoque é mal administrado ou, pior ainda, quando você nem sabe que ele existe. E por administrado, eu quero dizer acompanhado, medido, precificado, organizado, etiquetado, etc, etc, etc.

Você sabe por que este é um grande problema? Porque estoque é igual a dinheiro! E dinheiro deve ser bem cuidado, senão ele vai embora.

Mas afinal, como devemos gerir o nosso estoque?

A melhor forma é aquela em que você entenda. Além disso, tem que ser rápido, simples, pois você deverá atualizar diariamente ou a cada nova transação. Não precisa ser nada complexo e que de trabalho para você. Não pode ser um fardo.

Um simples caderno pode resolver este problema para você facilmente!

Dicas

Eu fiz uma tabela que você pode começar a utilizar como base.

Tabela administrar estoque

Ok. Você leu a tabela e não entendeu nada? Deixa eu explicar o como você deverá ler cada linha:

  • Na linha 1, você deverá ler da seguinte forma:  No dia 10/08/2012 eu comprei 100 metros de Tecido laranja. Desta forma, fiquei com 100 metros deste tecido em estoque.
  • Mesma coisa para as linhas 2 (botões) e 3 (linha)
  • Linha 4: No dia 13/08/2012, eu utilizei 5 metros do tecido laranja. Desta forma, sobrou 95 metros no meu estoque.
  • Linha 5: No dia 13/08/2012, eu produzi 5 Almofadas Laranja. Desta forma, fiquei com 5 almofadas em estoque.
  • E assim por diante…

Agora volte para a tabela acima, de uma olhada novamente e note que existe é um fluxo de materiais e produtos entrando e saindo. Por este motivo eu comentei que a Gestão de Estoque é algo dinâmico.

Como você também pôde perceber, eu coloquei tanto matérias-primas (tecido, botões e linhas) quanto produtos acabados (almofada) na mesma tabela ou caderno. Caso prefira, você poderá separar o acompanhamento de produtos acabados das matérias-primas em diferentes cadernos, deixando seu controle ainda mais simples e fácil de acompanhar.

Se você quiser, pode ir ainda mais longe e incluir o valor gasto ao lado de cada quantidade. Por exemplo:Se eu comprei 100 metros de tecido e gastei R$1.000, eu posso acompanhar o valor do meu estoque ao longo do tempo. Se eu usei 30 metros (R$300,00), sobraram 70 metros em estoque, ou R$700,00 de tecido.  Porque isto é importante? Porque nós sabemos muito bem que quando colocamos um preço em alguma coisa, nós damos mais valor e prestamos mais atenção.

Agora uma coisa importantíssima! Este controle apenas funciona se você anotar a transação (compra, uso ou venda) no ato em que ela aconteceu. Nada de deixar para anotar o que usou, comprou ou vendeu uma vez por semana ou no final do mês, pois isto não funciona.

Eu gostaria muito de ouvir o que você achou deste artigo e se você ainda tem alguma dúvida. Deixe seu comentário e conte comigo para fazer com que seu negócio seja um sucesso!

Um grande abraço,

Tiago Dalvi

Diretor Executivo

www.solidarium.net

facebook.com/solidarium

Solidarium.net – artesanato, design e inspiração”

Revista Artesanato
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*

  • Bom dia!
    É sempre na 2a. feira que estando com mais gás que começamos algo novo.
    E estou respondendo o questionário que você fez e com isto acredito que vai melhorar muito meu desempenho como profissional do artesanato.
    Parabéns! e vou continuar seguindo seus posts e orientações.
    Obrigado e que Deus te ilumine sempre.
    Ótima semana!

  • Olá Rose e Sueli!
    Obrigado pelos seus comentários! Ficom muito feliz em poder contribuir com o negócio de vocês.
    Sigam os próximos posts que estão ficando muito legais.
    Abraços,

    Tiago.

  • sempre gostei de trabalhar com artesanato,mas nunca pensei a titulo de negócio, porque? Pela questão custo benefício, sempre executei o trabalho a titulo de terapia ocupacional, mas hoje penso em realiza-lo a título de negócio pois estou precisando de um complemento de renda. Nunco fui boa vendedora, e gostei bastante dessa sugestão de colocar os produtos feitos no face book,entrei na internet para pesquisar sobre o assunto e encontrei este site o qual achei interessante. Já fazem algum tempo de parei os trabalhos não estou com peças suficientes para apresentação; gostaria de ter a ajuda de vocês dos passos que poderei tomar para que o negócio tenha boas probabilidades de dar certo.Aguardo um contacto de vocês. Ogrigado graça