Pacote de Moldes

Dicas para fazer bijuterias em cerâmica plástica



Essas dicas são para você que monta bijuterias com cerâmica plástica.
Cerâmica plástica é um material sintético, um polímero para “queima” em forno caseiro e é fabricado por diversas industrias ao redor do mundo. As cerâmicas plásticas recebem certificado de produto não tóxico pela Art & Craft Materials Institute em testes que são realizados pela Universidade Duke e, por isso, recebem o selo AP Nontoxic. Atende também ao padrão ASTM D2436, desenvolvido em conjunto por artistas, fabricantes e médicos toxicologistas e a American Society for Testing Materials. Estas duas certificações definem a cerâmica plástica como não prejudicial à saúde, podendo ser utilizado por pessoas de qualquer idade.
  • Procure deixar sempre todos os materiais que vai usar por perto para facilitar o trabalho
  • Na montagem das bijoux, geralmente usam-se argolas, fechos do tipo mosquetão e bases metálicas; por isso, trabalhar com alicates do tipo bico redondo e bico chato facilitam muito na hora de abrir e fechar peças difíceis
  • A cola instantânea é a ideal para esse tipo de trabalho por seu tempo de ação e por seu aspecto transparente, o que não compromete o visual da peça
  • Quanto às peças de cerâmica plástica, deve-se ter alguns cuidados básicos, tais como sempre amassar bastante para amolecer a massinha antes de utilizá-la
  • Use sempre as luvas para manusear as massinhas, pois alguns pigmentos podem conter chumbo ou outros elementos passíveis de causar alguma alergia
  • Ao misturar as cores, coloque uma gotinha de óleo mineral, para ajudar no manuseio e na própria miscigenação de cores
  • A cerâmica plástica necessita ir ao forno (tradicional ou elétrico), por isso, prescinde de alguns cuidados: Não pré-aqueça o forno; coloque as peças e ligue o forno na temperatura de 130 graus (se houver) e deixe assar por cerca de 25 minutos, observando sempre. Muitos fornos têm a temperatura inicial de 150 ou até 180 graus. Nesses casos, coloque as peças e ligue o forno nessa temperatura mínima por 5 a 10 minutos apenas, assando com a porta do forno fechada. Depois, deixe assar o tempo restante (cerca de 15 a 20 minutos) com uma fresta na porta, apenas para esfriar um pouco a temperatura interna do forno. Por outro lado, se a temperatura do forno for menor do que 130 graus, a peça não assa direito e fica frágil. Se possível, utilize aparelhos como timer e termômetro, para não se esquecer do tempo de cozimento da peça e se certificar da temperatura correta
  • Nunca asse as peças em frono de microondas, pois a  massinha pode exalar gases tóxicos (o que não ocorre nos fornos tradicional e elétrico)
  • Nunca coloque as peças para esfriar na geladeira, pois pode haver um choque térmico, o que compromete o resultado do trabalho
  • Nunca deixe a massinha secar ao sol; do contrário, a massa fica ressecada e irrecuperável

Compartilhe onde preferir

Revista Artesanato

Queremos mostrar a você os melhores trabalhos manuais para se fazer, gastando pouco dinheiro e o mais fácil possível para que qualquer pessoa possa fazer.




Comentários

2 comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.


Você pode usar estas tags HTML e atributos:

Riscos Para Pintura em Tecido




Como Fazer Bijuterias Veja mais >>

JA CONHECE NOSSOS CURSOS?

Mais cursos

Receba ideias gratis por email