Capa de Almofada de Crochê com Passo a Passo Simples

Capa de Almofada de Crochê com Passo a Passo Simples

Uma capa de almofada de crochê tem o seu lugar, não é mesmo? Afinal, ela contribui enormemente para a decoração do ambiente e deixa a sua casa muito mais estilosa.

É isso mesmo! Apesar de existirem diversos modelos de capas de almofada, como as de tecido, por exemplo, as feitas com a técnica do crochê têm o seu lugar e é sobre elas que vamos falar hoje!

Como sabemos que muito provavelmente você deseja produzir uma capa de crochê para a sua almofada ou para vender para os seus clientes, então separamos um passo a passo muito fácil de ser executado, mas que garante um resultado maravilhoso.

Por isso, continue nos acompanhando!

Veja também
Cropped de Crochê Passo a Passo + 23 Ideias de Peças para se Inspirar

Tapete de Barbante Retangular para Quarto: Passo a Passo, Gráficos de Crochê e Inspirações

Passo a passo de capa de almofada de crochê

Para acompanhar esse passo a passo, retirado do Blog do Crochê, você vai precisar de:

  • Fio Barroco Maxcolor (neste passo a passo foi utilizada a cor 6823)
  • Agulha para crochê 3mm
  • 6 pérolas nº 8 (opcional)
  • Tesoura e agulha de tapeceiro para cortes e acabamentos
  • Uma almofada 40x40cm

Como você pôde perceber, a capa de almofada de crochê será nas dimensões 40x40cm. Além disso, o seu modelo é de leques intercalados, como mostra a imagem abaixo. 

Agora vamos ao passo a passo!

1. Inicie com 68 correntes, volte na penúltima e faça ponto baixo.

2. Faça 2 correntes para dar altura do primeiro ponto alto. Siga fazendo ponto alto para cada uma das correntes restantes até chegar no final do cordão.

Assim, teremos um total de 68 pontos altos contando com as correntes iniciais.

3. Vire o trabalho e faça 2 correntes para dar altura do primeiro ponto alto. Caso o seu ponto seja mais alongado, então faça 3 correntes.

Faça mais 3 pontos altos e teremos o primeiro bloquinho fechado.

Então, faça 2 correntes, pule 2 pontos de base e faça ponto alto. Assim, teremos um bloquinho vazio.

Continue fazendo 2 correntes e pulando 2 pontos de base até que fique sobrando 3 pontos altos.

4. Complete o restante com ponto alto em cima de ponto alto. Vale dizer que o último ponto alto é feito em cima da segunda corrente das duas que fizemos para formar o ponto alto de base.

Veja que as duas laterais ficarão iguais e teremos um total de 20 bloquinhos vazios.

5. Vire o trabalho, faça 2 correntes e faça ponto alto em cima de ponto alto, formando a lateral.

Faça 2 correntes e faça ponto alto em cima de ponto alto, formando o primeiro bloquinho vazio.

6. Sem fazer corrente de espaço, enrole o fio na agulha, pule um bloquinho vazio e faça 4 pontos altos no bloquinho seguinte.

Observe que o leque inicia no terceiro bloquinho dos 20 que temos na base.

7. Faça 2 correntes de espaço e complete o leque com mais 4 pontos altos ainda no mesmo espaço.

Faça 1 corrente de espaço, pule 2 bloquinhos de base e faça o leque seguinte…

8. Continue fazendo leques até sobrar 2 bloquinhos de base.

Sem fazer corrente de espaço, faça ponto alto em cima do ponto alto a frente, 2 correntes e siga com a lateral, fazendo ponto alto em cima de ponto alto.

Observação: lembre-se que, se o seu ponto for muito apertado, pode fazer até 2 correntes de espaço entre um leque e outro para não ficar muito diferente da largura do início do trabalho.

No entanto, o ideal é que ele fique repuxando um pouco para que, quando colocar a almofada, ele estique e detalhe os pontos. 

9. Vire o trabalho, faça 2 correntes e siga com ponto alto em cima de ponto alto, formando a lateral.

Faça 2 correntes e faça ponto alto em cima de ponto alto, formando o primeiro bloquinho vazio. Agora, vamos seguir para o leque.

10. No leque, temos: 4 pontos altos, 2 correntes e 4 pontos altos, certo? Então, vamos pular os 2 primeiros e fazer 2 pontos altos em relevo.

Observação: para fazer o ponto alto em relevo, você deve enrolar o fio na agulha, introduzir a agulha pegando o ponto de base como alça e fazer o ponto alto normal.

11. Em seguida, faça 2 pontos nas correntes do leque, 2 correntes e 2 pontos altos ainda no mesmo espaço.

12. Faça novamente 2 pontos altos em relevo, completando o leque.

Faça uma corrente de espaço e vamos seguir para o próximo…

13. Vamos fazer como no primeiro!

Assim, pule os 2 primeiros e faça 2 pontos altos em relevo. Em seguida, faça 2 pontos altos dentro do leque, 2 correntes e 2 pontos altos no mesmo lugar… Complete o leque fazendo 2 pontos altos em relevo. Faça até completar a carreira.

Após o último leque, não tem corrente. Então, faça o ponto alto, 2 correntes e os 4 pontos altos da lateral.

14. Vire o trabalho, faça 2 correntes e siga com ponto alto em cima de ponto alto, formando a lateral.

Faça 2 correntes e o ponto alto, formando o primeiro bloquinho.

15. Agora vamos fazer os leques exatamente como fizemos na segunda carreira de leque!

Para isso: pule os 2 primeiros pontos do leque e faça 2 pontos altos em relevo. Em seguida, faça 2 pontos altos dentro do leque, 2 correntes e 2 pontos altos no mesmo lugar.

Faça 2 pontos altos em relevo e 1 corrente de espaço antes de seguir para o próximo leque.

Observação: mesmo após virar o trabalho, os pontos altos em relevo devem continuar sendo feitos da mesma forma.

16. Veja como o trabalho vai ficando…

17. Continue fazendo até ficar com o mesmo comprimento da largura. Até aqui, foram feitas 25 carreiras de leques.

Apenas tome o cuidado para terminar a última carreira de leque no lado certo da peça. Para isso, você pode utilizar como referência a primeira carreira da base, que é toda fechada.

18. Agora faremos a carreira de bloquinhos vazios, como a segunda carreira do trabalho.

Para isso, vire o trabalho, faça 2 correntes e ponto alto em cima de ponto alto, formando a lateral.

Faça 2 correntes e ponto alto em cima de ponto alto, formando o primeiro bloquinho.

Faça 2 correntes e meio ponto alto em cima do 4º ponto do primeiro leque.

Faça 2 correntes e meio ponto alto em cima do 5º ponto alto do primeiro leque.

19. Faça 2 correntes e ponto alto entre um leque e outro… Agora é só repetir nos leques seguintes até chegar no final e fazer a lateral fechada.

Se fizer tudo corrente, teremos novamente 20 bloquinhos vazios exatamente como no início.

20. Vire o trabalho, faça 3 correntes e siga com ponto alto em cima de ponto alto. Nos espaços dos bloquinhos, faça 2 pontos altos… Continue até o final.

Em seguida, corte e arremate o fio.

Assim, a parte da frente da capa de almofada de crochê está finalizada.

21. Faça um cordão com 35 correntes, deixando uma ponta de fio no início.

Prenda-o com ponto baixo, pegando o ponto alto que fica na direção do segundo ponto alto que tem entre os leques.

22. Após prender com ponto baixo, faça novamente 35 correntes. Alongue o fio e corte.

Passe uma pérola em cada ponta. Faça um nó com duas voltas no fio e corte mais um pouco.

23. Agora, basta distribuir corretamente mais 2 cordões. Pule 2 leques e prenda o segundo.

Pule novamente 2 leques e prenda o terceiro, que vai ficar igual ao primeiro.

Observação: esses cordões foram presos do lado avesso da peça e vão servir para amarrar na parte de trás da almofada.

Agora reserve essa parte do trabalho e vamos fazer a parte de trás da capa de almofada de crochê.

24. Para fazer a parte de trás da capa, inicie exatamente como a parte da frente…

Siga fazendo bloquinhos vazios até completar a mesma quantidade de carreiras da parte da frente.

No passo a passo da primeira parte temos um total de 29 carreiras, incluindo a primeira e a última, que é toda fechada.

25. Como foi feita a mesma quantidade, a última carreira também fica no lado correto da peça, isto é, mesmo lado que a primeira carreira fechada. Então, podemos utilizá-la como referência.

O trabalho deve ficar assim:

26. Agora vamos unir as duas partes. Para isso, coloque avesso com avesso, de forma que os cordões que têm as pérolas fiquem dentro da peça.

Então, introduza a agulha na última carreira e na direção do ponto alto do último bloquinho da lateral. Puxe o fio e siga fazendo ponto baixíssimo até o canto. Faça isso, obviamente, pegando as duas peças para que fiquem unidas.

27. Quando chegar no canto, faça 2 correntes e prenda com ponto baixo no mesmo lugar que foi feito o último ponto baixíssimo do canto.

28. Continue fechando a lateral. Dessa vez, faça ponto baixo. Lembre-se de manter as peças bem alinhadas.

Então, siga fazendo 1 ponto baixo no meio de cada carreira e 1 ponto baixo no pé da carreira.

29. Vai ficar sempre assim: 1 ponto alto na direção do bloquinho vazio e 1 ponto baixo na direção do cordão que define a carreira. Sempre pegando as duas peças para uni-las.

30. Quando chegar no canto, faça 2 correntes e prenda com ponto baixo no mesmo lugar.

Em seguida, continue fazendo ponto baixo na direção de cada ponto alto que forma a primeira carreira.

Continue até chegar no canto na lateral que iniciamos.

31. Quando chegar na lateral que iniciamos, faça ponto baixíssimo exatamente como no início do e até a direção do ponto alto que forma o primeiro bloquinho vazio.

Alongue o fio, corte e arremate o fio na parte de dentro da peça.

32. Repare que teremos uma abertura para colocar a almofada. Os cordões serão responsáveis por fazer uma laçada quando a almofada estiver dentro da capa.

E finalmente a capa de almofada de crochê com leques está pronta! Veja que linda!

Dicas de linha de crochê

Depois de conferir um passo a passo incrível como esse, pode surgir a dúvida sobre quais linhas são recomendadas para cada tipo de trabalho de crochê. Afinal, o tipo de fio pode interferir no acabamento da peça.

Sendo assim, resolvemos te dar algumas rápidas e simples dicas para que você saiba quando utilizar os principais fios recomendados para crochê!

  • Barbante: esse fio cria uma trama mais resistente, o que o torna ideal para produzir peças que demandem essa característica, como tapetes e bolsas.
  • Algodão: esse fio é recomendado para a produção de peças firmes e duráveis. Por isso, ele é muito demandado para confeccionar almofadas, artigos decorativos e amigurumis, por exemplo.
  • Lã: esse fio é extremamente delicado e cria tramas muito leves. Por isso, ele é muito utilizado para produzir peças delicadas e que serão mantidas em contato com o corpo, como cachecol, sapatinhos de bebê, mantas, entre outros.

Vale dizer às iniciantes no crochê devem começar com linhas mais finas, como lã e algodão, pois elas são mais fáceis de trabalhar. Entretanto, uma linha grossa com uma agulha fina pode dar mais firmeza para fazer os pontos. 

E então, agora que você já sabe fazer capa de almofada de crochê e sabe quais são as linhas mais apropriadas para cada trabalho, está esperando o que para colocar a mão na massa? Conte-nos o que você achou deste conteúdo e deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários abaixo.

Veja também
Puxa Saco de Crochê: 72 Modelos Lindos para Decorar sua Casa
Crochê de Grampo: Blusa Linda com Passo a Passo Completo

Revista Artesanato
[Grátis]
[Grátis]